Notícias

Postado em 28 de Janeiro de 2015 às 08h12

Dia 31 é o último prazo para empresas recolherem a contribuição sindical

     Neste sábado, 31 de janeiro, encerra o prazo de recolhimento da contribuição sindical. O Simec lembra às empresas pertencentes à categoria das indústrias metalúrgicas, mecânicas e do material elétrico que, conforme regulamentação do artigo 578 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o recolhimento é obrigatório pelas empresas, sujeitas à fiscalização e autuação por parte do Ministério do Trabalho.
     O Simec orienta, ainda, que o valor a ser recolhido resulta de cálculo considerando o capital social da empresa, conforme tabela elaborada pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc). O pagamento da contribuição sindical deve ser feito através da Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical (GRCS), disponível no site www.fiesc.com.br, na barra “menus” – sindicatos/contribuição sindical.
     Dúvidas podem ser esclarecidas com a secretaria do Simec, através do telefone (49)3323-3102 ou pelo e-mail simec@simeconline.org.br.

Veja também

Medidas provisórias serão mais rígidas para benefícios como seguro-desemprego e pensão por morte 06/01/15    O governo federal anunciou medidas provisórias que passam a endurecer as regras de benefícios previdenciários como o seguro-desemprego, pensão por morte e auxílio doença. As MPs foram publicadas no Diário Oficial da União, em 30 de dezembro e passam a valer logo após a data da publicação, mas precisam ter a validade confirmada......
Assembleia acontecerá no fim do mês21/01/15      O Simec programou assembleia com seus associados para o dia 29 de janeiro, quinta-feira da próxima semana, no auditório do sindicato. Programada para as 7h45, a assembleia tem entre os assuntos a serem discutidos a......
Convenção coletiva estabelece reajustes no setor eletro-metalmecânico10/02/15     Convenção coletiva de trabalho (CCT) é um instrumento firmado entre sindicatos de trabalhadores e de empregadores que ocorre uma vez por ano, com a intenção de reajustar salários e pisos salariais,......

Voltar para Notícias