Notícias

Postado em 13 de Outubro de 2016 às 17h19

Simec reclama da demora para recadastrar empresas no BNDES

Existe, atualmente, uma demora significativa para o recadastramento de empresas no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e isso afeta o proces-so de produção e comercialização. Isso é o que reclamam empresas do setor eletrome-talmecânico da região Oeste, conforme indicação feita ao Sindicato das Indústrias Meta-lúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Chapecó (Simec).
Em função das dificuldades apontadas para o recadastramento, necessário para a venda de produtos de fabricação própria, o Simec encaminhou solicitação à Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), através do vice-presidente regional Oeste, Waldemar Antônio Schmitz. Especialmente pelo fato de nenhuma empresa associada ter conseguido o recadastramento exigido pelo banco, o Simec solicita que a federação interfira junto ao BNDES, sediado no Rio de Janeiro.
Conforme o sindicato, ao tentar renovar o cadastramento no BNDES, através de iniciati-va própria, muitas empresas não estão tendo êxito devido à burocracia existente nesse banco de fomento. Em vista disso, solicitação assinada pelo presidente do Simec, Mário Nóri de Oliveira, pede que a Fiesc gestione, em caráter de urgência, a agilização do pro-cesso para as próprias empresas fazerem os procedimentos, a fim de não precisarem ficar na dependência de assessorias para tal recadastramento, inclusive porque essas empresas também não estão obtendo êxito. Mário Nóri destaca que agilizar o recadas-tramento é urgente, “em vista de que há empresas com a venda já feita de equipamentos cadastrados anos atrás, para compradores com todo o processo BNDES agora aprovados, se deparam com os mesmos equipamentos descadastrados e não encontram forma de revalidar seus códigos Finame no cadastro". Argumenta que poucas são as vendas que o mercado está propiciando, e daí se tornam menores ainda com a ausência do banco fomentador.

 

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 13/10/16

Veja também

Segunda parcela da taxa assistencial das empresas eletrometalmecânicas vence em setembro 29/08 O Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Chapecó (Simec) orienta os empresários do setor eletrometalmecânico sobre o vencimento da segunda parcela da taxa assistencial patronal, que ocorrerá no dia 15 de setembro. Essa taxa deve ser paga exclusivamente pelas empresas não associadas ao Simec, já que aquelas que......
Inspeção veicular orienta sobre riscos em automóveis22/09/16Iniciativa, que tem a participação do Simec, mostra importância da revisão preventiva      Neste sábado, 24 de setembro, será possível fazer inspeção veicular gratuita no centro de Chapecó para checar itens de segurança que são importantes para a prevenção de......

Voltar para Notícias